5 técnicas de investimento para começar a investir com pouco dinheiro

Para começar a descrever um pouco mais sobre esses investimentos com pouco dinheiro, é fundamental observar que, apesar de exigirem pouco dinheiro, nenhum investidor deve ingressar nesse mundo sem um conhecimento básico. 

A maioria dos brasileiros não tem ideia de como investir com pouco dinheiro. Muitas pessoas não acreditam que isso seja possível.

Uma das razões para essa crença é que muitas pessoas não têm o hábito de investir, então assumem que não vale a pena o esforço para obter um retorno baixo.

Nesse sentido, a percepção do público é de que apenas indivíduos com muito dinheiro podem investir em ativos financeiros.

Isso porque, independentemente do valor que você tem para investir, quanto mais cedo você começar, mais rápido você acumulará recursos necessários para atingir seus objetivos.

Fundo de emergência

Primeira regra: Em caso de perda de receita, a reserva de emergência é como se fosse uma espécie de “colchão financeiro” que deve ser utilizado para pagar contas imprevistas ou atender demandas pessoais.

Se você perder seu trabalho, por exemplo, a reserva financeira garantirá que você possa manter seu padrão de vida até encontrar outro emprego.

Como resultado, seu “colchão financeiro” deve bancar de 6 a 12 meses de suas despesas mensais.

Como você precisará desse dinheiro em caso de emergência, é melhor investir em ativos com alta liquidez e risco mínimo.

Títulos públicos, CDBs com liquidez diária, fundos de investimento de renda fixa com liquidez diária e poupança são exemplos de ativos que se enquadram nesses critérios. 

Devemos primeiro compreender o problema antes de podermos começar a resolvê-lo. O que está nos levando a ter tão pouco dinheiro para investir?

A principal causa é a nossa incapacidade de poupar, que ocorre como resultado de gastarmos muito e/ou ganharmos pouco.

Então, se queremos economizar dinheiro, devemos cortar nossos custos e aumentar nossa receita. Caso contrário, investimos muito pouco dinheiro ao longo de nossas vidas.

Para isso, devemos examinar nossos orçamentos para identificar despesas que possam ser eliminadas, reduzidas ou substituídas por opções mais baratas.

Simultaneamente, devemos buscar formas de aumentar nossos salários, seja por meio de renda extra, especialização para aumentar nossa jornada de trabalho ou até mesmo mudando de profissão.

Dessa forma, sempre teremos mais dinheiro sobrando em nosso orçamento, o que nos permite investir cada vez mais e construir um futuro financeiro muito mais seguro.

De qualquer forma, não devemos esperar até que tenhamos esse dinheiro para começar a investir, quanto mais cedo começarmos, melhores serão nossos retornos.

Tesouro da Selic

Considere que os títulos públicos sempre serão considerados indicadores úteis para quem quer entender como começar a investir com pouco dinheiro. A razão para isso é simples: eles são mais seguros e rentáveis ​​do que uma conta poupança.

Em outras palavras, ninguém aqui vai dizer que você ficará rico da noite para o dia. Longe disso, na verdade. O que você deve saber é que investir no Tesouro Direto mensalmente pode ajudá-lo a construir seu patrimônio.

Em primeiro lugar, o Tesouro Selic, por ser o título do governo com maior liquidez. Ou seja, você pode solicitar o resgate a qualquer momento e obter seu recurso no dia seguinte, pois segue a variedade Selic.

Vale comparar com poupança e CDBs com liquidez diária para quem está pesquisando. A justificativa para isso é que todos eles são líquidos e são altamente recomendados para pessoas que desejam construir um fundo de emergência. As contribuições começam com aportes de R$ 100.

Com isso, o Tesouro Selic é uma excelente resposta para a questão de quais são os maiores investimentos para iniciantes com recursos limitados.Ainda mais para os indivíduos que observaram a importância de ter uma reserva financeira durante o surto.

Tesouro IPCA

O Tesouro IPCA é o próximo ativo que trouxemos se você quer investir com pouco dinheiro. É um título público, mas serve a um propósito totalmente diferente do Tesouro Selic. Os títulos são sempre de longo prazo neste cenário. Por exemplo, por pelo menos 15 anos.

Possui garantia do governo. Por outro lado, se você resgatar seu título antecipadamente, antes do prazo combinado, poderá perder dinheiro. Entenda que você não perderá seu investimento, mas poderá perder dinheiro.

Por conta disso, o objetivo é que você utilize o Tesouro IPCA para garantir uma aposentadoria melhor ou para realizar um sonho por muitos anos. É também por isso que o Tesouro IPCA deve atender apenas pessoas físicas que possuam reserva financeira.

A justificativa para isso é que evita que você tenha que fazer um resgate antecipado e perder dinheiro. As participações em tesouraria do IPCA passaram a ter vencimentos de 2026, 2030, 2035, 2040, 2045 e 2055.As contribuições começam em R$ 42 com rendimentos que variam de acordo com a duração.

Tanto o Tesouro Selic quanto o Tesouro IPCA ou informações prefixadas podem ser encontradas no site do Tesouro Nacional.

CDBs

Os CDBs, assim como os títulos do Tesouro, são títulos de renda fixa. Eles são, portanto, seguros. Não são, no entanto, do governo, mas sim de bancos ou entidades financeiras. Como resultado, os mesmos são garantidos pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito), e não pelo governo.

É uma organização encarregada de garantir o valor de alguns investimentos, como o CDB, aos investidores em caso de falência bancária. Cada CPF e banco passa a valer R$250 mil. 1 milhão é o maior valor garantido.

O CDB oferece várias vantagens, como aportes baixos e uma variedade de rendimentos. Como resultado, podem ser encontrados CDBs com liquidez diária, que atuam como bancos de reserva semelhantes ao Tesouro Selic. Existem também os CDBs mais longos, comparáveis ​​ao IPCA do Tesouro.

A renda e as contribuições flutuam ao longo do tempo. Como resultado, é fascinante considerar o CBD, mantendo sua relevância e propósito em mente. Então, se você está procurando por ideias de investimento de baixo custo, considere aquele que tem liquidez diária.

Atualmente existem bancos digitais que pagam mais acima de 100 % do CDI, alguns que aceitam contribuições de até R$1 e outros que possuem liquidez diária. Ou seja, o mercado oferece uma escolha diversificada de opções de CDB, todas lastreadas pelo FGC.

Fundos

Quando as pessoas perguntam como começar a investir do zero, os fundos são frequentemente mencionados. Afinal, são formas simples e convenientes de investir dinheiro hoje em dia. Além disso, existem vários tipos diferentes de fundos, oferecendo mais opções.

No entanto, vários fatos devem ser considerados. A primeira é que as taxas administrativas são impostas a quase todos os fundos de investimento. Ou seja, diferentemente se você comprou um CDB ou um Tesouro Selic, sua renda será menos líquida.

A segunda preocupação é que existem fundos de investimento de renda fixa e de renda variável. Mas, na prática, o que isso significa?Obviamente, nem todo fundo de investimento será o ajuste perfeito para você.

Como dito anteriormente, vários fatores influenciaram sua decisão de investir em um fundo ou outro. A taxa de administração vem em primeiro lugar, seguida pela meta, realidade, contribuições e assim por diante.

Mesmo sendo uma forma simples de investir, é preciso ter cautela com suas finanças.

Para quem se interessar, os mais conhecidos são os fundos de curto prazo, fundos de renda fixa, fundos de ações e fundos de hedge.Muitos investidores tradicionais preferem fundos por causa de sua simplicidade.

Ações

Vamos falar um pouquinho de renda variável. Como o próprio nome já diz, se trata de investimentos mais robustos e que possuem rendimentos variáveis.

Se você está procurando maneiras de começar a investir desde o início, é quase certo que escolherá ações. Afinal, se você está realmente começando do zero, precisará fazer uma reserva primeiro.

De qualquer forma, vamos presumir que você fez sua reserva. Mas agora você quer levar a sério o investimento. Portanto, coloque o dinheiro de lado e comece a investir em ações mensalmente. Mas primeiro, certifique-se de que esse é o investimento certo para você.

A explicação é simples: os preços das ações podem flutuar e um investidor pode perder dinheiro no mercado de ações. No entanto, incluímos essa opção porque ela pode ser usada para investir com um orçamento limitado. Afinal, há ações no mercado por menos de R$ 5.

Com tanta informação, fica evidente que você pode começar a investir do zero e sem um grande investimento inicial, certo?A chave é pesquisar os melhores ativos para você e manter um cronograma de compromisso mensal consistente.

Investir em ações para iniciantes

Para concluir esta este tópico de ações, sentimo-nos na obrigação de incluir um texto que escrevemos há poucos dias e que fala muito bem do tema dos atos de um investidor principiante. Afinal, as pessoas que estão começando do zero são mais propensas a escolher uma renda fixa.

No entanto, existem algumas circunstâncias incomuns em que o investimento em ações é permitido. Damos três opções no post para quem quer investir em ações mas não sabe muito sobre o mercado de ações.

Conheça também como investir em fundos imobiliários: Fundos Imobiliários, conceitos e tipos

Esse site usa cookies para melhorar a sua experiência.